Get Adobe Flash player

Dicas da Semana

Dicas da Semana

Dicas da Semana (197)

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

JUNIORES – CPAD

1º Trimestre 2015

Tema: Conhecendo a Deus

Comentarista: Susana Cirqueira

 

 

LIÇÃO 5 – O DEUS DE MILAGRES

 

Ao Mestre

Prezado (a) lição de hoje ministraremos sobre um dos grandes milagres realizado por Jesus Cristo quando em seu ministério terreno – a ressurreição de Lázaro.

 

Jesus demonstra que tem poder sobre o maior inimigo da humanidade desde a queda espieirual no Éden – a morte. Ao relatar esse grande milagre aos seus alunos, enfatize que em Jesus não devemos temer nenhum mal, pois ELE é o SENHOR da vida. ELE opera milagres, operou no passado e continua a fazer no presente. ELE é o mesmo, não mudou.

 

Deus continue abençoando sua vida e ministério!

 

 

Objetivo

Professor (a) ministre sua aula de forma que possa conduzir o aluno a crer que o Senhor Deus é Onipotente, ou seja, ELE pode fazer tudo. ELE é o SENHOR vida. ELE é o Criador de tudo o que existe nos céus e na terra.

 

Memorizando

“Existe alguma coisa impossível para o Senhor?”.(Gn. 18.14 – NVI).

 

Haverá coisa alguma difícil para Deus? Não, não há. Deus pode fazer o que aparentemente impossível. Desde os tempos antigos Deus é glorificado na comprovação de que ELE pode fazer tudo. Para ELE o impossível não existe.

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

JUNIORES – CPAD

1º Trimestre 2015

Tema: Conhecendo a Deus

Comentarista: Susana Cirqueira

 

 

LIÇÃO 4 – O DEUS QUE PROVÊ

 

Ao Mestre

Prezado (a) lição de hoje ministraremos sobre o Deus presente. Aquele que sempre está ao nosso lado em meio as dificuldades do cotidiano. Temos um Deus pessoal que se importa conosco, que sempre está atento, nos direcionando, nos auxiliando. Muitas pessoas sofrem e se frustram quando não vêem as coisas acontecerem no seu tempo, porque estão vivendo no ritmo frenético deste mundo. Vivemos numa sociedade imediatista, isto é, que deseja tudo para ontem, no entanto, a Bíblia nos ensina trilhar um caminho oposto, "correndo com paciência", pois "há tempo para todas as coisas".

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

JUNIORES – CPAD

1º Trimestre 2015

Tema: Conhecendo a Deus

Comentarista: Susana Cirqueira

 

LIÇÃO 3 – O DEUS BONDOSO

 

Ao Mestre

Prezado (a) lição de hoje ministraremos sobre a Bondade de Deus e seu constante cuidar de cada pessoa. Ele nos ama de uma forma tão intensa que não possuímos palavras para expressar a extensão desse amor.

 

Que seus alunos compreendam que o Deus da Bíblia é o Criador eterno, imutável, onipotente, onisciente, onipresente, infalível, absoluto e soberano. É o Senhor do Universo que "amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele" (Jo 3.16,17).

 

Deus continue abençoando seu ministério.

 

 

Objetivo

Professor (a) ministre sua aula de forma que possa conduzir o aluno a crer que jamais estamos só. Deus sempre está conosco, não importa a dificuldade ou a periculosidade da situação, ou local onde nos encontrarmos – há um Deus fiel que jamais nos desampara. 

 

 

Memorizando

“Falarei da bondade do Senhor, dos seus gloriosos feitos, por tudo o que o Senhor fez por nós, sim, de quanto bem ele fez à nação de Israel, conforme a sua compaixão e a grandeza da sua bondade”. (Is. 63.7 – NVI)

 

A bondade de Deus permanece continuamente (Sl. 52.1). A bondade de Deus tem que ver com a perfeição da Sua natureza - Deus é luz, e não há nele trevas nenhuma (1 Jo. 1.5)

 

 

Texto Bíblico: Gn. 21.9-20.

 

 

Subsidio Teológico

Há uma tão absoluta perfeição na natureza e no ser de Deus que nada Lhe falta, nada Nele é defeituoso, e nada se Lhe pode acrescentar para melhorá-Lo, Ele é essencialmente bom. Bom em Si próprio, pois todas as criaturas só são boas pela participação e comunicação da parte de Deus.

 

Ele é essencialmente bom. Não somente bom, mas é a própria bondade. Em nós, a bondade é uma qualidade acrescentada, já em Deus, é Sua essência. Ele é infinitamente bom, em Deus há um oceano infinito ou um infinito ajuntamento de bondade. Ele é o eterno e imutável bem, porquanto Ele não pode ser menos bom do que é; como não se pode fazer nenhum acréscimo a Ele, assim também não se Lhe pode fazer nenhuma subtração - Deus é o Sumo Bem.

 

O significado saxônico original do vocábulo inglês. 'God' (Deus) é 'The Good'  (O Bom ou O Bem). Deus não é somente o maior de todos os seres, mas o melhor. Toda a bondade existente em qualquer criatura foi-lhe infundida pelo Criador, mas a bondade de Deus não é derivada, pois é a essência da Sua natureza eterna. Como Deus é infinito em poder desde toda a eternidade, desde antes de ter havido alguma demonstração desse poder, ou antes, de ter sido executado algum ato de onipotência, assim Ele eternamente é bom. Antes de haver qualquer comunicação da Sua generosidade, ou antes, de haver qualquer criatura à qual essa generosidade pudesse ser infundida ou exercida. Portanto, a primeira manifestação desta perfeição divina consistiu em dar existência a todas as coisas por Sua bondade.

 

 

A questão Agar na vida de Abraão

A historia de Agar começa quando ela servia Sara, esposa de Abraão, na terra de Canaã. Neste tempo, Abraão tinha oitenta e cinco anos de idade e Sara estava ficando preocupada por não ter concebido nenhum filho. Mesmo com essa problemática, Abraão buscou preencher o cumprimento da promessa de Deus e assim ele e Sara buscaram concretizar tal promessa. Sara então ofereceu  Agar a Abrão que gerasse nela o filho tão desejado.

 

Abraão sem consultar a Deus consentiu em coabitar com ela o que resultou na gravidez de Agar. Tal situação provocou um clima hostil entre Agar e Sara. Foi gerado Ismael o que fez Agar desprezar Sara, já que esta não podia conceber, e quando Sara concebeu milagrosamente a Isaque, Ismael passou a perseguir e humilhar seu meio-irmão. Devido a este fato, Sara incitou Abraão para que expulsasse Agar e Ismael.

 

Abraão ficou muito preocupado com as palavras de sua esposa e foi pedir o conselho de Deus. O Senhor disse a Abraão para não se preocupar e que ele fizesse o que sua esposa o havia dito, pois Isaque levaria à descendência de Abraão e que uma nação surgiria a partir de Ismael. (Gênesis 21:9-13)

 

Na manhã seguinte, Abraão chamou Agar e Ismael e deu a ela pão e água e a despediu. Os dois vagaram pelo deserto de Berseba até que a água de seu odre fosse totalmente consumida. Em um momento de desespero ela começou a chorar e seu filho chamou a Deus e após ouvi-lo, um anjo confirmou a Agar que de seu filho sairia uma grande nação. Um poço de água então apareceu o que salvou suas vidas. Agar encontrou uma esposa de sua terra nativa, a terra do Egito, para seu filho e eles habitaram no deserto de Parã.)

 

Agar teve sua experiência com Deus. Apesar de escrava, Deus demonstrou amor para com ela e com seu filho Ismael. Mesmo no deserto, ela foi amparada pelo Criador (Deus de Abrãao). Por duas vezes, ela foi surpreendida pelo anjo do Senhor que a ajudou dando-lhe água e também abençoando sua vida e descendência.

 

 

Aplicação da Lição

A bondade de Deus é o sustentáculo da confiança do cristão, é esta excelência de Deus que exerce mais atração sobre os nossos corações. Visto que a Sua bondade dura para sempre, jamais deveríamos ficar desanimados. “O Senhor é bom, uma fortaleza no dia da angústia, e conhece os que confiam nele” (Na.1.7). Quando outros nos maltratam, isso deveria somente estimular-nos a dar graças mais calorosamente ao Senhor, porque Ele é bom; e quando nós mesmos nos damos conta de que estamos longe de sermos bons, somente deveríamos bendizer com maior reverência Aquele que é bom, jamais deveríamos tolerar um instante de descrença na bondade, do Senhor; seja o que for que possa ser questionado, isto é absolutamente certo, que o Senhor é bom.

 

 

Fontes Consultadas:

·         BÍBLIA. Português. Bíblia Shedd. Tradução João Ferreira de Almeida, Revista e Atualizada. São Paulo, Edições Vida Nova, 1ª Edição, 1889.

·         BÍBLIA. Português. Nova Versão Internacional. São Paulo, Editora Geográfica, 9ª Edição, 2001.

·         HARRIS, R. Laird; JR, Gleason L. Archer; WALTKE, Bruce K.Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento. São Paulo, Edições Vida Nova, 1ª Edição 1989, Reimpressão 2008.

·         ELWELL, Walter A. Enciclopédia Histórico-Teológica da Igreja Cristã. São Paulo, Reimpressão em 1 volume, 2009.

 

Colaboração para Portal Escola Dominical – Profª. Jaciara da Silva

 

 

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

JUNIORES – CPAD

1º Trimestre 2015

Tema: Conhecendo a Deus

Comentarista: Susana Cirqueira

 

LIÇÃO 2 – DEUS SE ABORRECE

 

Ao Mestre

Prezado (a) lição de hoje trataremos de um assunto extremo no que tange à vida espiritual – o pecado.

 

Isaías 59.2: “Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dele...” (NVI). Esse versículo nos denota a situação triste em que a humanidade se encontra desde a queda espiritual ocorrida em conseqüência da desobediência de Adão e Eva. A maldade, os pecados não perdoados nos separam de Deus. Mas de onde veio o pecado se nem Deus nem a humanidade o criou?

 

Leia atenciosamente os textos bíblicos e reflita como o pecado afeta não apenas o ser humano, mas toda a natureza, todo nosso planeta. Ore por cada aluno para que Deus venha a inundar o seu ser de sabedoria de forma a transmitir com veracidade e unção essa verdade bíblica.

Deus continue abençoando seu ministério.

 

 

Objetivo

Professor (a) ministre sua aula de forma que possa conduzir o aluno a compreender que a verdadeira alegria e satisfação não vêm do que possuímos,  mas em estarmos em comunhão com Deus, e essa comunhão só é possível se em nosso dia a dia em nossas decisões, optarmos em obedecê-LO, renunciando o mal – o pecado. 

 

 

Memorizando

“Pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus”. (Rm. 3.23 – NVI)

 

Devido ao pecado, o ser humano se encontra em falta perante o ideal para o qual Deus nos criou. Fomos criados para voluntariamente ter amizade (comunicação) com Deus, a qual foi interrompida devido ao pecado. Essa comunicação pode ser restaurada através do sacrifício vicário de Cristo.

 

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

JUNIORES – CPAD

1º Trimestre 2015

Tema: Conhecendo a Deus

Comentarista: Susana Cirqueira

 

LIÇÃO 1 – O DEUS CRIADOR

 

Ao Mestre

Prezado (a) estamos iniciando mais um trimestre, e com um tema de suma importância para os dias atuais de relativismo moral e espiritual - Conhecendo mais sobre Deus.

 

Como resultado da inversão de valores que atualmente presenciamos, o caos moral, espiritual e até mesmo na sensibilidade humana tem tomado proporções alarmantes. É como se as pessoas perdessem sua capacidade de raciocinar e refletir. O individualismo a cada dia, sendo mais exercitado através de redes sociais tem empobrecido o relacionamento - comunhão - tão necessário para o desenvolvimento pessoal do ser humano.

É o conhecer a Deus que reconduzirá a humanidade ao seu encontro, e a transformação individual e social tão necessária em nossos dias.

 

Prepare as liçoes, ore e coloque-se à disposção do Espirito Santo e o SENHOR fará abundar em ti a unção que precisas para conduzir seus alunos a Cristo.

Deus vos abençoe!

 

Objetivo

Professor (a) ministre sua aula de forma que possa conduzir

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

JUNIORES – CPAD
4º Trimestre de 2014
Tema: Em que acreditamos?
Comentaristas: Miriam Reiche e Luciana Alves de Souza

 

 

LIÇÃO 13 – CÉU E INFERNO

 

 

Texto Bíblico: Apocalipse 20.10,11, 15; 22.1-5

 

 

Ao Mestre

Amado (a) estamos vivendo dias de terrível indiferença espiritual. Dias de Laodicéia, onde o Senhor Jesus está sendo deixado fora dos corações, bate, porém, não lhe abrem os corações.

 

Dias em que como predito pelo apostolo Paulo em 2 Timóteo 4:3: 

“Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores {ou instruidores} conforme as suas próprias concupiscências”

 

Dias em que o Evangelho está sendo dia à dia deturpado, por supostos pregadores, ou, seria mais propicio dizer, mercenários?

 

Mais do que nuca, precisamos anunciar a Palavra de Deus como ela é. Fazer discípulos, conduzindo-os à uma entrega genuína à Cristo, e que prossigam gerando frutos para o reino de Deus, e isso somente se dará se nós, eu e você, professores de EBD, ensinarmos nosso alunos o valor do Evangelho de Cristo, a satisfação de ser servo fiel.

 

Lembrando aos prezados (as) que a Palavra de Deus é a única ferramenta usada pelo Espírito Santo, para moldar-nos segundo o caráter de Cristo, atenha-se às Escrituras. Use-as em suas aulas, ame-a pratique-a.

 

Somente assim conseguiremos o objetivo de fazer discípulos, se não somente ensinarmos, mas vivermos o que ensinamos, através de um testemunho vivo de fé, obediência e serviço à Deus, é que alcançaremos nossos alunos, e não apenas com palavras vazias, ditas conforme as circunstâncias. Mas com uma vida cotidiana vivida na virtude do Espírito Santo.

 

“Levanta-te, pois esta coisa é de tua incumbência, (...) sê forte e age.” (Esdras 10.4 – ARA).

 

Levantemos-nos diante de Deus, coloque-nos inteiramente em sua presença, assumindo compromisso de uma vida de fidelidade e santidade. E assim poderemos com propriedade ministrar uma aula com tão rico conteúdo:

“Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não o serve.”(Ml 3.18 – ARC)

 

Deus nos aperfeiçoe dia à dia, capacitando-nos para tão sublime missão.

 

 

Objetivo

Professor (a) ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a conscientizar-se de que o espírito do ser humano é eterno e, portanto passará a eternidade ou no céu ou no inferno, dependendo da escolha que fizer.

 

 

Exercitando a Memória

“Deus dará a vida eterna às pessoas que procuram fazer o bem e buscam a gloria, a honra e a vida imortal. Mas fará cair a sua ira e o seu castigo sobre os egoístas e sobre os que rejeitam o que é justo a fim de seguirem o que é mau”. (Rm 2.7,8 - ARC)

 

Paulo fala que aqueles que esperam pela vida eterna, não se atem a nada que os possa separar de Deus, não se deixa corromper com as coisas desta vida, mas com perseverança procurar honrar a Deus e glorificar o Seu Nome.

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

JUNIORES – CPAD
4º Trimestre de 2014
Tema: Em que acreditamos?
Comentaristas: Miriam Reiche e Luciana Alves de Souza

 

 

LIÇÃO 11 – MILAGRES E CURAS

 

 

Texto Bíblico: João 2.1-11

 

Objetivo

Professor (a) ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a compreender que Jesus curou muitos de doenças físicas, mas não deixou de curar os que buscavam “ficar sãos” de outras enfermidades. Mateus escreveu que Ele curava toda sorte de enfermidade e doença entre o povo (ver Mt 4.23, 9.35). Grandes multidões O seguiam e Ele “curou a todas” (Mt 12.15). Certamente essas curas incluíam enfermidades emocionais, mentais ou espirituais. Ele curou a todas. E além das curas o Senhor Jesus fez sinais, milagres e demonstrando Sua Divindade.

 

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

JUNIORES – CPAD
4º Trimestre de 2014
Tema: Em que acreditamos?
Comentaristas: Miriam Reiche e Luciana Alves de Souza

 

 

LIÇÃO 10 – FESTA NA CASA DE DEUS

 

 

Texto Bíblico: 1 Coríntios 11.23-34

 

Objetivo

Professor (a) ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a compreender o porquê a Igreja deve celebrar a Santa Ceia.

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

JUNIORES – CPAD
4º Trimestre de 2014
Tema: Em que acreditamos?
Comentaristas: Miriam Reiche e Luciana Alves de Souza

 

 

LIÇÃO 9 – COMPROMISSO COM  DEUS 

 

 

Texto Bíblico: Mateus 3.13-17; 28.19

 

Objetivo

Professor (a) ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a conscientizar-se que na Igreja há duas ordenanças que o Senhor Jesus especificou que fizéssemos; o Batismo nas águas e a Santa Ceia. Todos que se batizam passam a fazer parte do corpo de Cristo – a Igreja.

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

JUNIORES – CPAD
4º Trimestre de 2014
Tema: Em que acreditamos?
Comentaristas: Miriam Reiche e Luciana Alves de Souza

 

 

LIÇÃO 8 – TENHO UMA MISSÃO 

 

 

Texto Bíblico: Marcos 16.14-18; Tg 2.14-17

 

 

Objetivo

Professor (a) ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a conscientizar-se de que Jesus deixou uma tarefa a Igreja - anunciar o Evangelho a toda à humanidade.

 

 

Exercitando a Memória

“Então Ele disse: Vão pelo mundo inteiro e anunciem o Evangelho a todas as pessoas.”(Mc 15.15 – NTLH)

 

Sempre houve um bom entendimento da igreja quanto ao chamado de Deus, para anunciarem as Boas Novas da Salvação, apesar das grandes perseguições, a igreja nunca se calou diante do compromisso de espalhar o Evangelho de Jesus Cristo.

<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>
Página 1 de 15