Get Adobe Flash player
Leitura diária - 4º Trim. 2014 - Lição 13: O tempo da profecia de Daniel
Aula ao vivo - Lição 12 - Um tipo do futuro Anticristo
1º Trim. de 2015 -  JOVENS - Introdução ao Trimestre
2º Encontro  dos Amigos do Portal EBD - Inscrições abertas
  • Leitura diária - 4º Trim. 2014 - Lição 13: O tempo da profecia de Daniel

    Leitura diária - 4º Trim. 2014 - Lição 13: O tempo da profecia de Daniel

  • Aula ao vivo - Lição 12 - Um tipo do futuro Anticristo

    Aula ao vivo - Lição 12 - Um tipo do futuro Anticristo

  • 1º Trim. de 2015 -  JOVENS - Introdução ao Trimestre

    1º Trim. de 2015 - JOVENS - Introdução ao Trimestre

  • 2º Encontro  dos Amigos do Portal EBD - Inscrições abertas

    2º Encontro dos Amigos do Portal EBD - Inscrições abertas

Novidades

4º Trim. 2014 - Lição 13 - O tempo da profecia de Daniel III
4º Trim. 2014 - Lição 13 - O tempo da profecia de Daniel III
PORTAL ESCOLA DOMINICAL QUARTO TRIMESTRE DE 2014 INTEGRIDADE MORAL E ESPIRITUAL: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje COMENTARISTA: ELI...
4º Trim. 2014 - Lição 13 - O tempo da profecia de Daniel II
4º Trim. 2014 - Lição 13 - O tempo da profecia de Daniel II
PORTAL ESCOLA DOMINICAL QUARTO TRIMESTRE DE 2014 INTEGRIDADE MORAL E ESPIRITUAL: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje COMENTARISTA: ELI...
4º Trim. 2014 - Lição 13 - O tempo da profecia de Daniel V
4º Trim. 2014 - Lição 13 - O tempo da profecia de Daniel V
PORTAL ESCOLA DOMINICAL QUARTO TRIMESTRE DE 2014 INTEGRIDADE MORAL E ESPIRITUAL: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje COMENTARISTA: ELI...
4º Trim. 2014 - Lição 13 - O tempo da profecia de Daniel I
4º Trim. 2014 - Lição 13 - O tempo da profecia de Daniel I
PORTAL ESCOLA DOMINICAL QUARTO TRIMESTRE DE 2014 INTEGRIDADE MORAL E ESPIRITUAL: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje COMENTARISTA: ELI...
4º Trim. 2014 - Lição 13 - O tempo da profecia de Daniel I Plano de Aula
4º Trim. 2014 - Lição 13 - O tempo da profecia de Daniel I Plano de Aula
PORTAL ESCOLA DOMINICAL QUARTO TRIMESTRE DE 2014 INTEGRIDADE MORAL E ESPIRITUAL: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje COMENTARISTA: ELI...
4º Trim. 2014 - Lição 12 - Um tipo do futuro Anticristo III
4º Trim. 2014 - Lição 12 - Um tipo do futuro Anticristo III
PORTAL ESCOLA DOMINICAL QUARTO TRIMESTRE DE 2014 INTEGRIDADE MORAL E ESPIRITUAL: o legado do livro de Daniel paraa Igreja hoje COMENTARISTA: ELIE...
Banner

PortalEBD

Caramuru Afonso Francisco

Caramuru Afonso Francisco

Transmissão ao vivo da aula ministrada no Estudo Preparatório dos Professores e Amigos da Escola Bíblica Dominical (EPAPED) da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Ministério do Belém - sede - São Paulo/SP, a partir das 19 horas (horário de Brasília), no dia 20 de dezembro de 2014.

 

                                                                                 

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2014

INTEGRIDADE MORAL E ESPIRITUAL: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje

COMENTARISTA: ELIENAI CABRAL

COMENTÁRIOS - EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SEDE - SÃO PAULO/SP

 

                                                                                                         

 

ESBOÇO Nº 13

LIÇÃO Nº 13 – O TEMPO DA PROFECIA DE DANIEL

                               Como Daniel, mesmo sabendo o que está por vir, devemos perseverar até o fim.   

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2014

INTEGRIDADE MORAL E ESPIRITUAL: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje

COMENTARISTA: ELIENAI CABRAL

PLANO DE AULA - EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SEDE - SÃO PAULO/SP

 

PLANO DE AULA Nº 13

Transmissão ao vivo da aula ministrada no Estudo Preparatório dos Professores e Amigos da Escola Bíblica Dominical (EPAPED) da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Ministério do Belém - sede - São Paulo/SP, a partir das 19 horas (horário de Brasília), no dia 13 de dezembro de 2014.

 

                                                                           

Introdução ao 1º trimestre de 2015 - Os dez mandamentos: valores divinos para uma sociedade em constante mudança.

 

                                                                                     

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2014

INTEGRIDADE MORAL E ESPIRITUAL: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje

COMENTARISTA: ELIENAI CABRAL

COMENTÁRIOS - EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SEDE - SÃO PAULO/SP

 

                                                                                                   

 

ESBOÇO Nº 12

LIÇÃO Nº 12 – UM TIPO DO FUTURO ANTICRISTO

                               O capítulo 11 de Daniel tem duplo cumprimento.    

INTRODUÇÃO

- Na sequência do estudo do livro do profeta Daniel, hoje analisaremos seu capítulo onze.

- A revelação da guerra prolongada tem duplo cumprimento.

I – A REVELAÇÃO DA GUERRA PROLONGADA – O FUTURO DO IMPÉRIO MEDO-PERSA E O ESTABELECIMENTO DO IMPÉRIO GREGO

- Na sequência do estudo do livro do profeta Daniel, analisaremos hoje o seu capítulo onze que, como vimos na lição anterior, é a revelação propriamente dita do homem vestido de linho, cuja visão foi relatada no capítulo dez.

 

- O homem vestido de linho veio trazer a Daniel uma revelação a respeito de uma guerra prolongada, como diz o próprio profeta em Dn.10:1. O próprio homem vestido de linho afirma que tal revelação diz respeito “…ao que há de acontecer ao teu povo nos derradeiros dias…” (Dn.10:14 “in medio”)

 

Para continuar a ler o artigo CLIQUE AQUI

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2014

INTEGRIDADE MORAL E ESPIRITUAL: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje

COMENTARISTA: ELIENAI CABRAL

PLANO DE AULA - EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SEDE - SÃO PAULO/SP

 

PLANO DE AULA Nº 12

LIÇÃO Nº 12 – UM TIPO DO FUTURO ANTICRISTO

1º SLIDE   INTRODUÇÃO

- Na sequência do estudo do livro do profeta Daniel, hoje analisaremos seu capítulo onze.

- A revelação da guerra prolongada tem duplo cumprimento.

2º SLIDE  I – A REVELAÇÃO DA GUERRA PROLONGADA – O FUTURO DO IMPÉRIO MEDO-PERSA E O ESTABELECIMENTO DO IMPÉRIO GREGO

- O homem vestido de linho veio trazer a Daniel uma revelação a respeito de uma guerra prolongada (Dn.10:1).

- O próprio homem vestido de linho afirma que tal revelação diz respeito “…ao que há de acontecer ao teu povo nos derradeiros dias…” (Dn.10:14 “in medio”).

3º SLIDE

- A revelação dada a Daniel pelo homem vestido de linho deve ser entendida como uma revelação a respeito dos derradeiros dias do povo judeu, bem como a respeito de uma guerra prolongada.

- O texto profético deve ser interpretado em “duplo cumprimento”, ou seja, deve ser visto como uma pormenorização a respeito do “fim dos tempos” às “duas partes” do “último império mundial”, como vemos tanto no sonho da estátua que teve Nabucodonosor, como nas visões dos quatro animais simbólicos e do carneiro e do bode.

4º SLIDE

- Este “duplo cumprimento” é evidenciado pelo Senhor Jesus em Seu sermão profético, pois, ao final de Seu ministério terreno, apresenta a “abominação da desolação de que falou o profeta Daniel” (Mt.24:15) como um fato futuro.

- A revelação diz respeito de uma “guerra prolongada” e, segundo o próprio ser celestial, também a acontecimentos sobre os derradeiros dias do povo judeu antes de sua definitiva conversão.

5º SLIDE

- O homem vestido de linho diz que, já no primeiro ano de Dario, o medo, havia se levantado para animar e fortalecer o profeta Daniel (Dn.11:1). 

- A meditação nas Escrituras traz-nos a consolação divina, faz com que o próprio Senhor Jesus venha nos consolar.

6º SLIDE

- A primeira revelação que traz o homem vestido de linho é a respeito do Império Medo-Persa.

- O homem vestido de linho diz a Daniel que, depois de Ciro, ainda haveria três reis na Pérsia, mas o quarto seria cumulado de grandes riquezas, mais do que todo os seus antecessores, e que, diante de tamanho enriquecimento, se voltaria contra o reino da Grécia (Dn.11:2,3).

7º SLIDE

-Isto se cumpriu integralmente, pois, depois de Ciro, reinaram sobre a Pérsia os seguintes reis: Cambises II (530-522 a.C.), Esmérdis (522 a.C., um usurpador), Dario I (521-486 a.C.) e Xerxes I (518-465 a.C.).

- Dario I iniciou guerra contra os gregos, que foi ampliada quando da subida ao trono de Xerxes I, que se dedicou com tenacidade para tentar derrotar os gregos, mas foi derrotado na batalha de Salamina em 480 a.C., derrota da qual nunca se recuperou, sendo, historicamente, o começo da derrocada do Império Medo-Persa em relação aos gregos.

8º SLIDE

- Depois de ter mostrado a Daniel o início da derrocada do Império Medo-Persa em relação à Grécia, o homem vestido de linho passa a falar do “rei valente”, ou seja Alexandre, o Grande.

- Sua valentia ficou evidenciada na guerra que empreendeu ao último rei da Pérsia, Dario III Codomano, quando conquistou o Império Medo-Persa.

9º SLIDE  II – A REVELAÇÃO DA GUERRA PROLONGADA – A DIVISÃO DO IMPÉRIO GREGO E O CONFLITO ENTRE OS REINOS DO NORTE E DO SUL

- Mas, como já havia sido revelado tanto na visão dos quatro animais simbólicos como na visão do carneiro e do bode, o homem vestido de linho mostra a Daniel que o reino do “rei valente” seria quebrado e repartido em quatro partes, ou, na expressão utilizada pelo homem vestido de linho, “para os quatro ventos do céu” (Dn.11:4).

- Alexandre, o Grande estava no apogeu do seu poder, sem qualquer adversário que o ameaçasse, quando, com apenas 33 anos de idade, morreu. Assim, a divisão do seu reino não resultou de qualquer derrota militar, mas, sim, de sua morte prematura.

10º SLIDE

- O homem vestido de linho passa a se referir a apenas dois dos quatro reinos em que se dividiu o Império Greco-Macedônio.

- Dos quatro reinos surgidos da divisão do império de Alexandre, apenas dois têm vida longa: o “reino do sul” (Egito) e o “reino do norte” (Síria). Estes dois reinos dominarão os judeus alternadamente e, por isso, são tratados na revelação.

11º SLIDE

- A revelação indica que haverá uma guerra prolongada entre estes dois reinos, guerra que atingirá sempre os judeus, pois, por causa delas, passarão para o domínio ora de um e ora de outro reino.

- A revelação traz uma sequência de sete conflitos, que têm repercussão sobre o povo judeu.

12º SLIDE

- 1º conflito – O rei do sul dominaria a terra dos judeus, embora o rei do norte tivesse grande domínio (Dn.11:5)

- Cumprimento – o primeiro rei do Egito, Ptolomeu I impõe seu domínio sobre os judeus, embora o primeiro rei da Síria, Seleuco I, tivesse domínio sobre área maior que a do Egito.

13º SLIDE

- 2º conflito – os dois reinos fariam aliança, que seria frustrada, sendo que o rei do sul venceria o rei do norte (Dn.11:6).

- Cumprimento – O rei do Egito, Ptolomeu II, tentou fazer aliança com Antíoco II, rei da Síria, mediante casamento de sua filha com o rei, mas a aliança fracassou, com o divórcio e o assassínio de Antíoco II.

14º SLIDE

- 3º conflito - o rei do sul invadirá o reino do norte e prevalecerá contra ele (Dn.11:7-9).

- Cumprimento – Ptolomeu III, rei do Egito, conquistou a Síria, tendo, inclusive, visitado o templo de Jerusalém e sido benigno para com os judeus.

15º SLIDE

- 4º conflito -  o rei do norte lutará contra o rei do sul mas  não prevalecerá (Dn.11:9).

- Cumprimento – Seleuco II, rei da Síria, tentou invadir o Egito, mas não teve êxito em virtude de uma grande tempestade, após sucesso na primeira investida, tendo de recuar.

16º SLIDE

- 5º conflito – os filhos do rei do norte que teve frustrada sua tentativa de invasão, reiniciarão a guerra e terão êxito, prevalecendo sobre o rei do sul (Dn.11:10).

- Cumprimento – Os reis da Síria, Seleuco III e Antíoco III, ambos filhos de Seleuco II, conquistam a Palestina, prevalecendo sobre o rei do Egito.

17º SLIDE

- 6º conflito – o rei do sul reage e acaba por prevalecer sobre o rei do norte (Dn.11:11-13)

- Cumprimento – Ptolomeu IV, rei do Egito, reconquista a terra dos judeus, inclusive Jerusalém.

18º SLIDE

- 7º conflito – o rei do norte prevalece sobre o rei do sul e não encontra mais resistência, construindo um grande reino, até que um príncipe o faz cessar, sendo sucedido por um grande “arrecadador” (Dn.11:13-20)

- Cumprimento – Antíoco III, rei da Síria, fortalece-se e vence o Egito, invadindo-o e querendo, inclusive, dominar áreas no Mar Mediterrâneo, mas é forçado a cessar suas conquistas por causa da intervenção de Roma, já, então, uma potência no Mar Mediterrâneo. É sucedido por Seleuco IV, que se notabilizou por impor uma grande carga tributária sobre seus súditos, inclusive sobre os judeus.

19º SLIDE  III – A REVELAÇÃO DA GUERRA PROLONGADA – O REI VIL

- A partir de Dn.11:21, temos a descrição de Antíoco IV Epifânio, rei da Síria, que é chamado de “um homem vil, ao qual não tinham dado a dignidade real, mas virá caladamente e tomará o reino com engano” (Dn.11:21).

- Antíoco IV Epifânio é propriamente a personagem que dá título a esta lição, ou seja, “um tipo do futuro Anticristo”, que pastor Antonio Gilberto denomina de “o Anticristo do Antigo Testamento”.

20º SLIDE

- Antíoco IV Epifânio, reinou na Síria de 176 a 164 a.C.

- Era o terceiro filho de Antíoco III, de modo que não era o seu sucessor natural, tendo conseguido o trono graças a um acordo firmado entre Roma e a Síria.

21º SLIDE

- Um “tipo” é uma figura, uma personagem que nos dá ensinamentos a respeito de alguém que viria no futuro.

- Antíoco IV é um “tipo” do Anticristo, ou seja, uma personagem histórica que tem muito a nos ensinar a respeito daquele que será o último imperador mundial.

22º SLIDE        

- Características de Antíoco IV que nos mostram ser ele “tipo do Anticristo”:

a) tornou-se rei da Síria “com engano”, sem que tivesse direitos a subir ao trono;

b) foi investido no poder se deu em virtude do poder romano;

c) fez uma aliança com o rei do Egito, que, posteriormente, quebrou, mostrando ser a astúcia e o engano suas principais armas para conquistar o poder;

23º SLIDE

- Revelação - O “rei vil”, graças à astúcia, conquistaria os lugares férteis e tomaria as riquezas do rei do sul (Dn.11:22-24).

- Cumprimento – Antíoco IV, ao quebrar a aliança que fez com o Egito, dominou boa parte daquele reino e retirou muitas riquezas do Egito.

24º SLIDE

- Revelação - Haveria nova guerra entre o rei do norte e o rei do sul, mas, desta feita, o rei do norte não prevaleceria contra o rei do sul, graças à intervenção de uma terceira força (Dn.11:25-30).

- Cumprimento - Antíoco IV faz guerra a Ptolomeu IV, mas não tem o mesmo sucesso de antes, pois os romanos o obrigam a recuar.

25º SLIDE

- Revelação - Furioso por causa do recuo, o rei do norte, então, se voltaria contra o povo judeu, profanando o santuário, tirando o contínuo sacrifício e estabelecendo a abominação desoladora (Dn.11:31).

- Cumprimento - Antíoco IV invade a terra dos judeus e Jerusalém, fazendo cessar o sacrifício diário do templo e profanando o santuário, mandando sacrificar porcos e pondo a imagem de Zeus Olímpico para lá ser adorada.

26º SLIDE  IV – A REVELAÇÃO DA GUERRA PROLONGADA – REVELAÇÕES A RESPEITO DO FIM DO TEMPO

- A partir de Dn.11:35, o texto não nos fala apenas da vida de Antíoco IV, mas, também, se refere ao Anticristo.

- O versículo 35 fala em “até o fim do tempo”, expressão que nos mostra que os fatos descritos a partir de então teriam apenas um cumprimento parcial durante o período interbíblico, mas terão um cumprimento cabal somente no “fim do tempo”. (Dn.9:26,27).

27º SLIDE

- A descrição da personagem a partir de Dn.11:35 remete-nos à “ponta pequena” da visão dos quatro animais simbólicos (Dn.7:8,24-26); à “ponta pequena” da visão do carneiro e do bode (Dn.8:23-25) e ao “príncipe que há de vir” da revelação das setenta semanas (Dn.9:26,.27).

- Esta personagem é para o “tempo do fim”, até porque a “abominação desoladora” é apontada pelo Senhor Jesus como um fato futuro e, nos dias em que o Senhor proferiu este Seu sermão, já havia ocorrido a profanação do templo de Jerusalém por Antíoco IV. É, portanto, o Anticristo.

28º SLIDE

- A revelação dada pelo homem vestido de linho mostra-nos que o Anticristo (Dn.11:36-39) (I):

a) não encontrará qualquer resistência para estabelecer seu domínio;

b) instituirá uma religião mundial, onde será adorado;

c) blasfemará contra Deus;

d) fortalecer-se-á com ocorrência de sinais e prodígios;

29º SLIDE

- A revelação dada pelo homem vestido de linho mostra-nos que o Anticristo (Dn.11:36-39) (II):

e) lutará contra a instituição familiar;

f) promoverá a adoração a Satanás;

g) terá o auxílio de Satanás para o domínio da terra

30º SLIDE

- O Anticristo guerreará tanto contra o rei do sul como contra o rei do norte, invadirá o reino do sul e, também Jerusalém, promovendo amplo domínio sobre o Oriente Médio, com exceção de “Edom e Moabe, e as primícias dos filhos de Amom” (Dn.11:41).

- O Anticristo terá amplo domínio sobre o Egito, que será obrigado a segui-lo, com seus aliados (Dn.11:42,43).

31º SLIDE

- O Anticristo, preocupado com o rei do norte e com “o rei do Oriente”, estacionará suas tropas entre o mar Mediterrâneo e o monte Sião (Dn.11:44) e ficará determinado para destruir o povo judeu (Dn.11:44,45a).

- Entretanto, nesta tentativa de destruição, verá o seu fim e não haverá quem o socorra (Dn.11:45b).

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO

 

 

 

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2014

INTEGRIDADE MORAL E ESPIRITUAL: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje

COMENTARISTA: ELIENAI CABRAL

COMENTÁRIOS - EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SEDE - SÃO PAULO/SP

                           

 

ESBOÇO Nº 11

LIÇÃO Nº 11 – O HOMEM VESTIDO DE LINHO

                               Não podemos ignorar a existência de hostes espirituais da maldade.    

INTRODUÇÃO

- Na sequência do estudo do livro do profeta Daniel, analisaremos hoje o capítulo dez.

- No capítulo dez do livro de Daniel, aprendemos que não podemos ignorar a existência das hostes espirituais da maldade.

I – DANIEL BUSCA A DEUS

- Na sequência do estudo do livro do profeta Daniel, analisaremos hoje o capítulo dez. Como sabemos, a divisão dos livros da Bíblia em capítulos foi feita muito posteriormente à complementação do texto bíblico. Como ensina o saudoso pastor Severino Pedro da Silva: “…A Vulgata Latina foi a primeira das traduções a ter uma Bíblia dividida em capítulos. Isso se deve, segundo alguns, a obra do Cardeal Hugo de Saint Cher, abade dominicano, em 1250. Entretanto, alguns opinam que ele dera continuidade a um trabalho já começado pelo Cardeal Estêvão Langton, arcebispo de Cantuária [Canterbury], que a introduziu na Bíblia Parisiense em 1226-1227…” (De volta às Escrituras, p.95).

- Assim, quando analisamos o capítulo dez do livro do profeta Daniel, verificamos que este capítulo é apenas uma parte da visão que o profeta teve no terceiro ano do rei Ciro, visão esta que não se sabe se é uma confirmação da que será descrita no capítulo 11, que lhe havia sido dada anteriormente, ou a que se encontra descrita no capítulo 12 do livro e, mesmo assim, que foi selada, como haveremos de estudar na última lição deste trimestre.

- De qualquer maneira, neste capítulo dez, embora não tenhamos a descrição de uma visão profética específica, as circunstâncias mencionadas por Daniel trazem-nos importantes revelações e ensinos a respeito do mundo espiritual, tendo sido este o propósito do Espírito Santo ao inspirar o profeta para registrá-las, a fim de que aprendamos que os desígnios divinos, conquanto soberanos, enfrentam sempre oposição das hostes espirituais da maldade, cuja realidade jamais pode ser menosprezada pelos servos do Senhor que, como disse o apóstolo Paulo, vivem em constante luta contra elas (Ef.6:12).

 

Para continuar a ler o artigo CLIQUE AQUI

 

 

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2014

INTEGRIDADE MORAL E ESPIRITUAL: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje

COMENTARISTA: ELIENAI CABRAL

PLANO DE AULA - EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SEDE - SÃO PAULO/SP

 

PLANO DE AULA Nº 11

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2014

INTEGRIDADE MORAL E ESPIRITUAL: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje

COMENTARISTA: ELIENAI CABRAL

APÊNDICE AO TRIMESTRE - EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SEDE - SÃO PAULO/SP

 

                                                                                                             

 

 

 

APÊNDICE Nº 1 – OUTRAS LINHAS DE INTERPRETAÇÃO SOBRE AS PROFECIAS DE DANIEL E SUA REFUTAÇÃO

                                              As profecias de Daniel devem ser interpretadas como sendo dirigidas a Israel e a sua redenção.

<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>
Página 1 de 41