Get Adobe Flash player
Ter, 20 de Dezembro de lowest cost cialis 2011 07:29

Os Novos Assembleianos

Escrito por  apeb

Roberto dos Santos*

          O  que tem  sido o  assembleianismo no Brasil? Não uma seita neopentecostal, mas a manifestação do poder do Espírito Santo, uma extraordinária fenomenologia da dinâmica do poder de Deus  em  sua igreja, com sinais proféticos e cheap viagra canadian uma paixão pelas almas. O assembleianismo pontificado pelo ethos  teológico dos pioneiros Gunnar Vingren e Daniel Berg, dentre tantos outros, na verdade, se assim podemos  dizer, constitui-se na verdadeira doutrina  evangélica das ações de Deus na história e em  sua abençoada igreja. Tudo isso poderia continuar na visão  teológico-litugica do movimento pentecostal assembleiano, uma vez destacartado toda possibilidade de desvio teórico no campo  da dogmática e, em especial  na práxis do carismatismo. A  verdade é que estamos  presenciando uma nova Assembleia de Deus, os novos  assembleianos, os assembleianos do  século XXI, isto é, está surgindo uma nova comunidade de crentes assembleianos que se intitulam de progressistas da fé. Tais  assembleianos mudam em  relação aos  ortodoxos, conservadores e litúrgicos em  praticamente todas as áreas da dogmática e do culto propriamente dito, porque do ponto de generic viagra uk europe vista da teologia e do  ethos  assembleianos originais , desponta no cenário da nova assembleia de Deus um  certo desinteresse pela ética da palavra de Deus  , governo eclesiástico equilibrado e uma liturgia mais  aberta ao  entretenimento. Para diagnosticar esse novo movimento  assembleiano  que entra no cenário do século XXI como uma igreja pentecostal alternativa, que chamamos de cheap viagra walmart neoassembleianismo, definido  nos meus  estudos  acadêmicos sobre teologia comparada, em relação aos  divergentes , de fora e how to prescribe viagra 100mg de dentro do circulo pentecostal  clássico: 1) a teologia da pregação;  2) o louvor envolvente; 3) a ênfase no sacerdócio feminino  ; 4) igrejas autocefálicas. Antes de serem  definidas no papel, essas doutrinas defeituosas do neoassembleianismo  e demonstrar à luz da Palavra de Deus e do raciocínio lógico, insistimos em  manter as doutrinas  bíblicas defendidas pela assembléia de Deus historicamente reconhecida pela CGADB, bem como pelas demais igrejas que fazem parte da comunhão nacional do  assembleianismo tradicional.

Deixando  de lado a historia , doutrina e prática da assembléia de Deus , como gostaríamos de expor – em  seus   detalhes precisos , prosseguiremos , por suas vez , a denunciar os erros da nova assembléia de Deus  que vem  surgindo em  solo nacional, sem  que uma boa parte da liderança da igreja  ligada a CGADB não percebe o quanto isso trará sérias conseqüências para o futuro da assembléia de Deus, incluindo sua identidade histórico-teológica e, com  certeza , seu  futuro dentro do plano escatológico .

Através das viagens  que realizo pelo Brasil como evangelista itinerante e professor de seminários  rápidos ministrados nas mais  diversas igrejas espalhadas nas cinco regiões do País, percebo o quanto a descarecterização dos fundamentos bíblicos têm sido efetivado pela ausência de ministérios sólidos , levando igrejas a uma patologia teológica  sem precedência na história do pentecostalismo nacional  a praticarem  em  seus cultos os mais  estranhos  fenômenos  espirituais doentios , culminado assim , na formação  de líderes e comunidades neoassembleianas desassociadas da herança pentecostal  do avivamento ortodoxo instituído pelos apóstolos do movimento pentecostal histórico brasileiro.

Poderiam estas coisas serem impedidas ou  até mesmo  disciplinas pelas mentes mais criticas e sadias do pentecostalismo nacional, especialmente dos  líderes nacionais por possuírem autoridade , protegendo a igreja do Senhor Jesus Cristo  de uma crise mais profunda e sem  precedência na história dos avivamentos na América Latina. Mas ao contrário do que vemos , verificamos acomodação , conivência , além  de notarmos uma certa tolerância com as novas tendências e viagra metabolism modelos de igrejas que vão se instalando em nossa histórica Assembléia de Deus. Esses líderes progressistas, revolucionários, burgueses, pragmáticos e  modernos  vão formando igrejas a gosto das filosofias do seu  tempo, igrejas nos modelos da cultura do mundo, crentes na espiritualidade da teologia  de resultados; no avanço mercadológico de eclesiologias  capitalistas, essas igrejas vão  se impondo sua teologia e sua praxiológica religiosa.

A Assembleia de Deus é a igreja do Senhor Jesus Cristo, fundada nos ideais do pentecostalismo apostólico de Atos. Como igreja pentecostal  alicerçada na teologia  evangélica , seu compromisso é possibilitar  a ação do Espírito Santo na igreja e na história da  economia divina , protegendo-se de intrusos espirituais e ventos de buying cialis in australia doutrina. Porém , a responsabilidade maior cabe sobre os ombros daqueles que foram chamados para o  exercício da liderança nacional até o chamado glorioso dos santos. Não diz a Bíblia que as portas do infernos não prevaleceriam ? Que neoassembleianismo estranho é esse que os apologistas, teólogos e líderes nacionais não tomam atitude de identificar a verdadeira assembléia de Deus? Onde está a autoridade teológica da igreja? Cismas e heresias sempre existiram,  e uma grande reforma se exige  hoje  na Assembleia de Deus no Brasil, mas construindo o futuro da igreja  pela ética da cruz.

Diante do  exposto, vamos discorrer um poço sobre os perigos  que cercam a Assembleia de Deus e a fisionomia dos novos  assembleianos.

1) a teologia da pregação. O neoassembleianismo tem sido influenciado pela teologia dos neopentecostais , adquirindo ensinamentos , tais como: teologia da prosperidade, teologia da quebra de maldições e teologia da cura interior . Na verdade  não existe teologia propriamente dita  dentro dos movimentos neopentecostais, o que existe na  prática é um  somatório  de doutrinas defeituosas ,  de ensinamentos  distorcidos , sem obedecer a critérios teológicos e hermenêuticos confiáveis.

Os novos  assembleianos optaram pelo culto fácil , pela pregação terapêutica (psicologia da indução da benção), incluindo campanhas onde o dinheiro toma o lugar mais importante na relação de fé com Deus  e a busca pelo sucesso.    2) o louvor envolvente. O  verdadeiro culto  a Deus  perdeu lugar para o  entretenimento, levando  crentes a uma espécie de delírios eróticos pela sedução do prazer espiritual  de autosatisfação  e autoglorificação do  sujeito como ovelha de estimação do  criador.  3) a ênfase no sacerdócio feminino . A moda agora é mulher de pastor ser pastora e buy cialis grand rapids michigan mais: muitas igrejas já colocam  cartazes e outros meios de visualização dos seus líderes como cartões de visita na frente das igrejas como  estratégia de cialis drug cost compare mercado  de trabalho. É incrível como a onda pegou até nos  arraiais  assembleianos, pois tive a informação  de que igrejas assembleianas no Distrito Federal  aprovaram  a ordenação  de mulheres ao   sacerdócio , podemos com  certeza, dirigirem igrejas como pastores  e tendo  autoridade para celebração  de casamentos , batismo, santa ceia e , creio, até  autoridade para ordenação  de outros obreiros. Não  sei aonde quer chegar  o  neoassembleianismo. E o pior: acreditam  serem  tais  crenças e práticas apoiadas pela palavra de Deus. Até de criticas tão duras e não muito agressivas teologicamente a essas novas comunidades religiosas, nunca houve certo apoio da igreja assembléia de Deus  história por parte da CGADB, normatização do assembleianismo pós-moderno. Aprovar a teologia e a prática de culto dos novos assembleianos , o  reconhecimento sacerdotal  das irmãs pastoras, o  credenciamento de líderes heréticos e inovadores me parece duvidoso. Porém nessa nova igreja a única coisa que deve  prevalecer  é a simplicidade dos  inocentes na fé. O Espírito Santo não pode admitir uma nova visão para igreja no século XXI. Há quem julgue que o Espírito Santo está renovando a mentalidade da igreja, mas aceitar tal coisa cair nas mais profundas heresias e desconhecer os  atributos incomunicáveis de Deus.  4) igrejas autocefálicas. Temos no Brasil a CGADB que é a autoridade máxima da igreja , mesmo  tendo conhecimento  de que muitas de suas decisões não ignoradas por líderes e igrejas que estão sob suas responsabilidades, mas o pior  de tudo isso é aceitar dentro do concilio  das Asssembleias de Deus dois seguimentos assembleianos ou  até  três, por exemplo: os assembleianos conservadores , os assembleianos  moderados  e, por fim , os progressistas ou neoconservadores. Não podemos concordar ! Dedemos identificar os legítimos  assembleianos  dentro  da ASSEMBLEIA DE DEUS. Com o neoassembleianismo ganahndo espaço no Brasil, o pseudo-pentecostalismo deturpando a Palavra de Deus e a avareza dos líderes avançando, não estaríamos hoje diante de um fenômeno assustador? A idéia hoje dos novos  assembleianos é a independência  eclesiástica, porque muitos líderes já não buscam mais a unidade da igreja, mas apenas seus próprios interesses; já não interessam mais pela comunhão , mas pela liberdade de viagra prescription needed governo; já  não lutam mais pela unidade nacional  da igreja , mas  pela  separação contínua dos ministérios e lideranças privilegiadas.  O renomado teólogo Russel Shede disse: “ A glória de Deus é a finalidade da igreja e todos os seus ministérios. Devemos continuar a dialogar e buscar nas páginas das Escrituras qual é a estrutura mais prática para alcançar os objetivos que a palavra nos revela”. 

*Roberto dos Santos, Pastor auxiliar na Sede da AD Belém- SP, consultor do Departamento de Pós-Graduação  da FAESP, doutor em  Filosofia pela Cambridge International University, mestre em educação (UEP) e doutor em  Teologia pela  Friends International Christian University. Currículo  cadastrado no CNPQ.