Get Adobe Flash player
Sáb, 13 de Agosto de generic viagra illegal 2011 15:46

3º Trim. 2011 - PRÉ-ADOLESCENTES - CPAD - Lição 7: Nova Criatura

Escrito por  apeb
Dar nota para esse item
(2 votos)

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

PRÉ-ADOLESCENTES - CPAD
3º Trimestre de 2011
Tema: O plano da Salvação
Comentarista: Damaris ferreira da Costa

LIÇÃO 7 – NOVA CRIATURA

Texto Bíblico  João 3.1-7

E havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos, príncipe dos judeus.

Este foi ter de noite com Jesus e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és mestre vindo de Deus, porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele.

Jesus respondeu e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus.

Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Porventura, pode tornar a entrar no ventre de sua mãe e nascer?

Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus.

O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.

Não te maravilhes de viagra 50mg soft tab generic te ter dito: Necessário vos é nascer de novo.

Objetivos

Após a aula o aluno deverá:

·         Expressar as mudanças que ocorrem após o novo nascimento

·         Reconhecer que todo homem necessita nascer de novo

Introdução

A virtude de crer em Deus, não esta apenas em ter fé no Salvador, mas sim, se deixar transformar, se regenerar, ser uma nova pessoa mediante a fé em Cristo.

Deixar a vida passada com seus pecados e delitos, e ser uma nova criatura.

Parte I- Novo reino

Ele nos tirou da potestade das trevas e nos transportou para o Reino do Filho do seu amor, Cl 1.13

O Reino de Deus é o domínio soberano e universal de Deus e é eterno, Dn 2.37-

44; Is 9.6,7. A expressão Reino de Deus tem mais a significação de domínio do que de um lugar ou território dominado.

O Reino de Deus, ou Reino dos Céus, como expressado nas palavras de directions for taking viagra 1mg Jesus em MT 13.45-52; 16.19; 18.1-23; 19.12-23; 20.1; 22.2; 23.13; 25.1, está inseparavelmente ligado à Sua obra redentora. Este Reino não é do mundo na sua origem, ou na sua conservação.

Não é também político, com limites geográficos ou de raças. É um domínio espiritual e moral, no qual Deus é Supremo. É para todos, Mt 8.11,12; 25.31,34. O que caracteriza o cidadão deste Reino não é a sua raça, mas a sua obediência, Mt 7.21, 5.20. Está colocado acima das possessões materiais, Mt 6.33. O lugar deste Reino é dentro dos súditos, Lc 17.21.

O seu crescimento e especialmente o seu complemento devem ser nosso objeto de oração, Mt 6.10. Dois pensamentos se harmonizam na expressão Reino de Deus: a vida presente do povo de generic viagra 100mg Deus na terra e a sua glória futura. Deste modo este Reino não é bebida nem comida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo, Rm 14.17. É um Reino que a carne e o sangue não podem herdar, 1Co 15.50, Gl 5.21.

É também o domínio de Deus no coração dos homens que, voluntariamente, a ele se submetem pela fé, aceitando-o como Senhor e Rei. É assim, o Reino invisível nos corações regenerados que opera no mundo e se manifesta pelo testemunho dos seus súditos, Mt 4.17; Lc 17.20; 4.43; Jo 18.36; 3.3-5.

A consumação do Reino ocorrerá com a volta de Jesus Cristo, em data que só Deus conhece, quando o mal será completamente vencido e surgirão o novo céu e a nova terra para a eterna habitação dos remidos com Deus. Mt 25.31-46; 1Co 15.24; Ap 11.15.

Texto fonte; Judson Farias Marques

Parte II- Uma conversa com o mestre

Os fariseus eram um grupo religioso que se originou dois séculos antes de Cristo. Eram os partidários da mais importante escola judaica, de caráter religioso. Diferenciavam-se dos demais judeus pelo rigoroso apego ao cumprimento dos rituais, no exercício de uma religiosidade apenas exterior. Nenhum inimigo de Cristo era mais persistente que a seita dos fariseus. Os fariseus eram as auto designadas autoridades sobre a lei de Moisés. Foram severamente repreendidos por Jesus, que os chamou de indian viagra dangers "hipócritas", "insensatos", "condutores de cegos", "sepulcros caiados", "serpentes", e "raça de víboras". (Mt 23.1-39)
Jesus disse que os fariseus eram hipócritas, pois por fora aparentavam espiritualidade, mas por dentro estavam cheios de ossos e de todo tipo de imundície e maldade. (Mt 23.27) - Jesus disse: “Acautelai-vos do fermento dos fariseus, que é a hipocrisia” (Lucas 12.1)
A palavra “filactério” significa “salvaguarda, conservante”. Os judeus usavam o termo para pequenas caixas de couro em que colocavam certas passagens da Escritura. Eles amarravam essas caixinhas nos braços e na testa e as pregavam na entrada das portas. Essa tradição criada por homens era resultante de uma interpretação literal de Dt 6.8. Os fariseus “alargaram seus filactérios” deixando suas caixas maiores do que as de outras pessoas. Os fariseus faziam suas franjas memoriais mais longas do que as dos demais judeus. Eram legalistas e promoviam a si mesmos.
Características de Nicodemos
A este grupo denominado “fariseus” é que Nicodemos fazia parte. Nicodemos era um homem iminente, um dos principais dos judeus, poderoso, culto, mestre da Lei, integrante do Sinédrio e exercia papel político e religioso, sendo influente entre o povo e Roma. Devido à sua alta posição, avaliava seus passos cuidadosamente. O nome “Nico-odemos significa imagem do povo". Em suma reflete a imagem do povo, uma vida de aparência, da auto-preservação, das fisicalidades, da estética moral, religiosa e comportamental.
O encontro entre Nicodemos e Jesus
Nicodemos com certeza ouviu falar de Jesus, em algum momento provavelmente lhe viu em ação no meio do povo e, motivado por tais fatos, de alguma forma que a Bíblia não conta, ele vai ter com Jesus durante a noite.
Desenvolvimento
Nicodemos como imagem do povo, verdadeiramente representa o estereótipo de vários tipos de pessoas da sociedade, e até mesmo, se trouxermos para os dias atuais e para a igreja contemporânea, detectaremos vários exemplos comportamentais:
Preservadores da auto-imagem: Nicodemos veio ter com Jesus à noite, pois por ser um fariseu, ser visto com Jesus à luz do dia implicaria em descrédito junto à seita da qual era integrante. Nicodemos estava preocupado com o que as pessoas e o grupo religioso do qual fazia parte pensariam a seu respeito. Simbolicamente podemos entender que Nicodemos era uma pessoa que vivia nas trevas e que agora encontrara a luz que é Jesus. (Jo 8.12) - Há muitas pessoas que estão mais preocupadas com o que as pessoas e a sociedade pensam a seu respeito do que com o que Deus pensa a seu respeito.
Religiosos: Nicodemos em suas primeiras palavras no diálogo com Jesus revela que sua fé está pautada na causa e efeito, naquilo que se vê, nos sinais que Jesus fazia. E mesmo tendo visto os sinais e declarando que Jesus era Rabi, veio ter com ele às escuras. A religiosidade não se atenta para a humanidade, mas para os processos, métodos. A religiosidade consiste em palavras, mas não em atitudes. O que Nicodemos diz não está em conformidade com as suas atitudes. Há pessoas que conhecem a Bíblia Sagrada, mas não estão dispostas a conhecer o Deus da Bíblia. São pessoas que até ouvem a pregação da palavra de Deus, mas não colocam aquilo que ouviram em prática. São pessoas que até falam de coisas espirituais, mas não vivem. Dizem façam aquilo que eu falo, mas não façam aquilo que eu faço. Isso se chama “hipocrisia”. Religiosidade mata.
Admiradores do Evangelho: “Ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes”. Nicodemos ficou espantado com os milagres de buying viagra Jesus. Há muitas pessoas que admiram os milagres que Deus faz, creem inclusive que Deus opera milagres; outros querem experimentar e precisam de um milagre, mas não estão dispostos a ter um relacionamento com o Deus dos milagres. Não estão dispostos a abraçar o evangelho de Cristo.
Uma Fé lógica: “... se alguém não nascer de novo”. Nicodemos estava tão acostumado à causa e efeito que ao ser confrontado com uma questão que envolvia a fé genuína e que quebrava paradigmas, mesmo sendo mestre em Israel, ficou sem resposta. Um Deus que para ser acreditado passa por evidências da razão é de duvidar-se, visto que o reino de Deus implica num processo de desconstrução da lógica, da razão, levando-nos a mergulhar no rio do Espírito e exercício da fé, cuja base está naquilo que se espera e se não vê, no irracional, ilógico. Nascer da água e do Espírito significa ser gerado por Deus, criado, algo de dentro pra fora, contemplar a dimensão de Deus, o mundo espiritual e não um mundo racional, quântico e previsível. Não existe cartilha ou manual para o novo nascimento, o vento sopra onde quer, depende exclusivamente do gerador: DEUS.
Pessoas que abrem mão de sua posição social, abrem mão de tudo por Jesus Cristo: Em João 7.50 e 51, Nicodemos ainda preso à lei age com imparcialidade em relação à Jesus.

Porém, em João 19.38 a 40, Nicodemos juntamente com José de Arimatéia, sepultam o corpo de Jesus. Agora, diferentemente daquele encontro sorrateiro, Nicodemos mostra a sua face, expõe-se verdadeiramente, abandona a legalidade e se joga literalmente no Rio da graça de Deus. Agora sim, Nicodemos nasce da água e do Espírito, é gerado nas entranhas do Deus de legally purchase viagra seus antepassados e contempla o início do acontecimento que abalaria o planeta, a morte de Jesus e posteriormente, a sua vitória sobre a morte.

Texto fonte:

http://famintopordeus.blogspot.com/2011/05/nicodemos-e-o-novo-nascimento-processo.html

Parte III- A mudança

Jo 1:12 diz: "A Todos que o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem em seu nome".

O versículo demonstra que crer em Jesus é o mesmo que recebê-lo. Só é possível receber a Cristo quando o homem crê nele.

Todos quantos crêem em Cristo recebem de Deus poder para serem feitos (criados) filhos de Deus. Com base neste versículo, verifica-se que quem crê na palavra de Jesus (ou na pessoa de Jesus) recebe poder para ser feito filho de Deus

Mas, em que implica ser feito (criado) filho de Deus?

1- Quem crê em Cristo passa a pertencer à família de cialis price increase Deus;

Pertencer à família de Deus não é fazer parte de uma religião ou de uma igreja (instituição). Pertencer a família de Deus implica diretamente em receber uma natureza segundo a natureza daquele que o gerou (de Deus). Por você crer em Cristo, Deus lhe concedeu (deu) grandíssimas e preciosas promessas, e por meio delas você tornou-se participante da natureza divina ( 2Pe 1:4 ; Jo 1:16 ).

2- Quem crê é recebido por filho de Deus e passa a ser irmão de Cristo ( Gl 3:26 );

João ao escrever disse: "Amados, agora somos filhos de Deus... E somos mesmo seus filhos" ( 1Jo 3:1 -2).

3- Os filhos têm direito a herança, logo, quem crer passa a ter direito a herança;

Além de ser filho, os que crêem tem direito a uma herança. Você como cristão é co-herdeiro com Cristo de todas as coisas "E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo: se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados" ( Rm 8:17 ).

Quando se recebe (crê) a Cristo, o homem nasce na família de Deus. Quando se crê, o homem nasce de novo na condição de filho de Deus e com direito a herança dos santos na Luz.  Este novo nascimento não traz somente uma nova família, lhe concede também uma nova vida, segundo a vida que há em Deus. Os que recebem a Cristo 'recebem' poder para serem feitos filhos de Deus e recebe de sua plenitude ( Jo 1:16 ; Cl 2:10 ).

A nova vida do cristão tem início com uma nova criação, que a bíblia apresenta como Regeneração "Bendito o Deus e Pai... que, segundo a sua muita misericórdia nos regenerou" ( 1Pe 1:3 ).

O que é Regenerar? Regenerar não é uma reforma. Não é reaproveitar o velho. Regenerar é criar de novo! É um ato criativo de sildenafil citrate generic viagra uprima Deus sem qualquer referência a uma reforma na velha natureza do homem. Deus concede ao homem um novo coração e um novo espírito ( Sl 51:10 ).

Desta maneira temos que:

a) O Novo Nascimento é ato criativo de Deus, onde ele faz nova todas as coisas;

b) O Novo Nascimento decorre do poder de Deus, ou seja, nenhum ser humano pode promover o novo nascimento;

c) O Novo Nascimento faz o homem filho de Deus, e irmão de Cristo;

d) Por meio do novo nascimento o homem passa a ter uma nova família e direitos;

e) Tudo ocorre por meio da fé em Cristo através do evangelho, que constitui poder de Deus a todos quantos crerem.

Conclusão

Concluímos nossa lição de hoje relembrando o célebre ensinamento de Paulo;

2 Coríntios 5:17 

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

Gálatas 2:20 

Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou e se entregou a si mesmo por mim

Colaboração para Portal Escola Dominical -  Prof. Jair César S. Oliveira