Jovens

Lição 8 - Autoavaliação e discernimento, sim. Julgar, não III

ASSEMBLEIA DE DEUS MISSÃO AOS POVOS - UBERLÂNDIA/MG

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

SEGUNDO TRIMESTRE DE 2017

Jovens:o SERMÃO DO MONTE: A justiça sob a ótica de Deus

COMENTARISTA: CÉSAR MOISÉS CARVALHO

COMENTARISTA: EV. LEONARDO NOVAIS DE OLIVEIRA

LIÇÃO Nº 8 – AUTOAVALIAÇÃO E DISCERNIMENTO, SIM. JULGAR, NÃO.

...

INTRODUÇÃO

Vivemos em uma época em que os primeiros lugares são gananciosamente desejados, pois o capitalismo nos impõe uma cultura altamente competitiva, onde a necessidade de se destacar é de suma importância e nesta jornada as críticas são cabalmente utilizadas, pois o crivo passa a ser o que eu tenho como referência.

É interessante o fato de grande parte das pessoas terem o julgamento como regra de suas vidas e desta maneira acham-se aptos para julgar qualquer pessoa ou situação que lhes é apresentada.

Nos dias atuais, por falta de ensinamento, o que é mais julgado nas igrejas pentecostais é a maneira como os pregadores ministram a Palavra de Deus, haja vista, existirem “ícones” que norteiam como deve ser uma pregação.

Vale a pena reforçarmos que não podemos deixar as pessoas fazerem o que quiserem, mas de acordo com a Palavra de Deus, existe uma forma correta de realizarmos o ensino e o acompanhamento das mesmas.

Nesta lição, aprenderemos o que a Bíblia diz sobre o julgamento, sobre a crítica, sobre o autojulgamento e o discernimento.

I – JULGANDO O PRÓXIMO OU OCUPANDO O LUGAR DE DEUS

1 – Não podemos julgar: Lendo a Bíblia, verificamos que o texto é claríssimo no tocante ao fato de NÃO PODERMOS JULGAR.

Jesus não disse: Se puderem, não julguem, mas sim: “NÃO JULGUEIS”.

Segundo o dicionário Priberam da Língua Portuguesa, julgar é:

Proceder ao exame da causa de.

Decidir (como juiz, árbitro, etc.).

Sentenciar.

Formar juízo acerca de.

Imaginar.

Crer, supor.

Ter na conta de.

Pronunciar sentença.

Formar conceito.

Ser juiz de si mesmo; avaliar-se; crer-se.

“julgar”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/julgar [consultado em 15-05-2017].

O dicionário Vine, 2002, nos mostra que a palavra mais utilizada como “julgar” no hebraico é “shaphat” e explica que em muitos contextos, esta raiz tem sentido judicial. O termo shãphat se refere à atividade de uma terceira parte que se assenta acima das duas outras que estão em conflito uma com a outra. Esta terceira parte ouve o caso das partes que estão em disputa e decide quem está com a razão e o que fazer a respeito (ele age como juiz e jurado).

Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.

Fonte: https://ebdcomentada.com.br/wp/blog/cpad-jovens-2o-trimestre-2017-autoavaliacao-discernimento-sim-julgar-nao/ Acesso em 18 maio 2017.

Nossos Canais

  • Portal Escola Dominical
  • Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
    

Quem está online?

Temos 87 visitantes e Nenhum membro online

Copyright © 2003 - 2017 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.